LDN: O REMÉDIO DO SÉCULO.

MEDICAMENTO PARA   PREVENÇÃO INOVADOR

Naltrexone em baixa dose, terapia denominada internacionalmente pela sigla LDN, trata de pacientes com doenças de Crohn, doença de Alzheimer, câncer de ovário, de pâncreas, fígado, autismo, e Esclerose Múltipla, dentre outras patologias graves.

A naltrexona é um antagonista opiáceo farmacologicamente ativo. Ele foi primeiramente utilizado em doses relativamente altas para o tratamento de opióide e do álcool. Mas em doses muito baixas, a naltrexona foi encontrada para ter propriedades imunomoduladoras.

LDN foi usado primeiramente como um agente terapêutico para pessoas com AIDS. Tem sido proposto para ser utilizado em pessoas com doenças malignas, esclerose múltipla, e doenças autoimunes. Uma publicação recente mostrou uma melhoria significativa na doença de Crohn em pessoas que usaram LDN.

 

VEJA   O  QUE  DIZ O  GRANDE  PESQUISADOR DR MERCOLA:

 

Segundo o médico Dr. Joseph Mercola:Naltrexone em baixas doses [low dose naltrexone- LDN] é uma promessa de ajudar milhões de pessoas com câncer e doenças autoimunes. Como um antagonista opiáceo farmacologicamente ativo, LDN funciona bloqueando os receptores opióides, que por sua vez ajuda a ativar o sistema imunológico do seu corpo. Alguns dos principais especialistas acreditam que o Naltrexone em baixa dose é uma grande promessa para o tratamento de milhões de pessoas que sofrem com doenças autoimunes, distúrbios do sistema nervoso central, e até mesmo câncer e HIV/AIDS. É extremamente barato, e parece ser livre de efeitos colaterais prejudiciais.”

A médica Dra. Jacquelyn McCandless relata ter encontrado efeitos positivos em crianças com autismo, utilizando a terapia LDN.

O médico Dr. Burton M. Berkson atesta que conseguiu resultados fenomenais com baixa dose de naltrexona (LDN), em pacientes com câncer e com doenças autoimunes.

E como a LDN trata doenças autoimunes e câncer?

Várias pesquisas dos últimos 20 anos indicam que a secreção do corpo denominada endorfinas (opióide natural do corpo) desempenha um papel importante, se não central, no funcionamento do sistema imunológico.

Uma publicação de um estudo do New England Journal of Medicine 2003, declara que:

Estudos pré-clinicos indicam que os opióides alteram significativamente o desenvolvimento, diferenciação e função das células do sistema imunológico. Células  progenitoras da medula óssea, macrófagos, céluas exterminadoras naturais, timócitos imaturos e células T e células B são todas envolvidas.

O médico Dr. Mercola diz: “quando você toma LDN na hora de dormir, ele bloqueia os seus receptores opióides por algumas horas no meio da noite, e acredita-se que promove a regulação de elementos vitais do sistema imunológico aumentando a produção de endorfinas (os opióides naturais) e metenkephalin, melhorando, portanto, a função imunológica. Além do aumento da produção de endorfina, Dr. Bernard Biari (que descobriu que LDN como um agente terapêutico para a AIDS, em 1985), acredita-se que LDN tem mecanismo anti-cancer, devido ao aumento no numero e densidade de receptores de opióides nas membranas de células de tumor, tornando-as mais sensíveis aos efeitos inibidores do crescimento dos já presentes em níveis de endorfinas, os quais por sua vez, induz a apoptose (morte celular) de células cancerosas.”

Dr. Bihari tratou mais de 450 pacientes com câncer com LDN com ótimos  resultados, incluindo, cânceres de bexiga, mama, fígado, pulmão, gânglios linfáticos, cólon e reto.

Segundo o Dr. Bihari, quase um quarto de seus pacientes tiveram pelo menos uma redução de 75% do tamanho do turmo, e quase 60% de seus pacientes demonstraram estabilidade da doença

Além do câncer, LDN mostra ser uma terapia promissora para as seguintes doenças:

Neuropatias diabéticas, hepatite C, Lupus, esclerose múltipla, colite ulcerativa, doença de crohn, autismo, síndrome da fadiga crônica, doença de Alzheimer, AIDS/HIV, Tireoidite de Hashimoto, Sindrome do intestino irritável, Parkinson.

As desordens listadas acima possuem uma característica especial: todas elas o sistema imunitário desempenha um papel central, e é encontrado baixos níveis sanguíneos de endorfinas, o que contribui para as deficiências imunes associados às doenças.

CONCLUSÃO

Infelizmente, poucos médicos estão cientes desta terapia de baixíssimo custo. Converse com seu médico sobre a possibilidade de aplicação da terapia LDN.

PARTICULARMENTE

Eu    uso  há  4  anos,  junto  com  outros   suplementos.

Minha  imunidade é  excelente.

 

Saiba mais:  Em  Uberlândia Minas Gerais-  34  991332797

 

@doutor vinicius costa